Você sabe o que é roadmap e findability? Esses dois termos podem parecer estranhos de primeira. Mas eu te garanto que você tem contato com eles na prática e talvez nem saiba. Eles servem para guiar o planejamento das contratações de uma empresa e ajudam os profissionais de RH a prever o seu trabalho e até mesmo os gastos.

É muito comum os profissionais de recrutamento e seleção ou gente e gestão serem vistos como profissionais mais operacionais do que estratégicos. Algumas pessoas ainda têm dificuldade de enxergar esses cargos como agentes ativos no faturamento e desenvolvimento da empresa.

Mas a verdade é que são eles os responsáveis pelo time da empresa e por ações de engajamento nos processos e cultura.

Se você conhece sobre roadmap e findability e sabe empregá-los no seu plano e tarefas do dia a dia, é possível ter alto nível de produtividade e previsibilidade nos assuntos da empresa. Além de já estar na frente de vários profissionais no mercado.

E se você ainda não conhece, este artigo vai te ensinar o que são e como usá-los como motor para as estratégias do seu negócio. Confira!

O que é Roadmap e Findability?

Roadmap é como um mapa de metas e desenvolvimento previstos ou desejáveis para uma empresa ou produto. É o caminho que a empresa planeja traçar para ir do ponto A para B em um período específico. Ele deve focar nos objetivos e na trajetória desejada pelo negócio. Além disso, ajudar a definir os pilares para o próximo período.

roadmap e findability

Para isso, é importante ter bem claro assuntos como: onde a empresa está hoje, onde ela quer chegar daqui a um período de tempo e como ela fará isso acontecer.

É como se o roadmap funcionasse como uma bússola para as estratégias e pessoas envolvidas no projeto.

Com toda essa estrutura de planejamento, torna-se viável uma maior previsibilidade em todos os aspectos em relação aos próximos passos da empresa. O Roadmap ajuda traçar planos de ação e dá insumos para definir novas demandas.

A decisão por contratar ou não novos profissionais é uma das decisões da empresa que é influenciada pelo Roadmap. E para planejar essas contratações e o tempo e dinheiro que serão investidos nelas, existe o Findability.

O Findability é o grau de dificuldade / esforço necessário para contratar um novo profissional. Ao ter essa definição é possível ser mais estratégico em relação à contratação.

O cálculo do Findability leva em conta 4 critérios: requisitos da vaga, senioridade desejada, local de trabalho e salário oferecido. Tudo isso combinado irá indicar qual é o nível de esforço que aquela vaga irá demandar dos profissionais de RH.

Por que isso é tão importante?

O Roadmap bem traçado traz clareza para as estratégias da empresa e ajuda todos os funcionários a entenderem para onde ir e caminharem juntos. Sem o Roadmap, torna-se fácil perder o foco no objetivo final, custando tempo e dinheiro.

Além disso, o Roadmap justifica decisões de orçamento, horas de trabalho, priorizações e ferramentas a serem usadas.

Ele orienta os gestores e líderes, organiza processos e melhora fluxos de comunicação. Inclusive, torna possível prever demandas de contratação de novos funcionários. Dessa maneira, as novas contratações podem ser planejadas.

E, assim, já pode-se calcular o Findability daquela vaga. Com esse critério, os profissionais de RH conseguem definir quanto tempo de trabalho e quanto investimento aquele processo irá demandar. É possível ser muito mais estratégico, justificar ferramentas e longos processos. Quanto mais previsível o processo, menos custoso e menos surpresas ao longo da operação.

O Findability permite uma análise completa da vaga. Os seus requisitos definem quais tecnologias e frameworks o profissional de TI precisa conhecer, a senioridade indica o nível de experiência, que não precisa ser sobre tempo do profissional no mercado, o salário que a empresa oferece em comparativo do que é praticado no mercado e o local de trabalho, se é uma cidade atrativa.

Assim, o Findability considera: 

Expectativa da empresa X Realidade do mercado.

Quando não acontece o planejamento financeiro e estratégico por parte do RH, a empresa perde também com o custo de vaga aberta – COV. O cálculo do Cost of Vacancy também pode ser usado de forma preditiva, para antecipar quanto tempo e dinheiro é possível gastar naquela vaga.

Como fazer um Roadmap

O período de previsibilidade e de roadmap do produto varia de acordo com o grau da clareza de estratégia de cada empresa. Por exemplo, um Roadmap para profissionais de RH pode considerar as taxas de turnover esperadas e como antecipar as demandas que essa movimentação irá criar. Assim, é possível se basear em dados e histórico da empresa e do mercado para prever tarefas e documentá-las em um roadmap.

A partir disso, alocam-se recursos humanos e financeiros para aquelas tarefas.

Na prática, um roadmap é como uma linha do tempo que mostra o seu passo a passo previsto para aquele projeto. Ele deve organizar todos os marcos importantes e recursos necessários para atingir o objetivo final. Além de conseguir prever possíveis contratempos de acordo com a demanda e a realidade do mercado.

Para elaborar um é recomendável que o primeiro passo seja documentar a sua ideia e validá-la com as pessoas da empresa que estão envolvidas. No caso de um Roadmap na área de RH é importante conhecer profundamente a empresa, sua cultura e suas atividades para que seja possível prever novas demandas de contratações, onboarding, treinamento e avaliações.

A partir disso, é hora de confrontar objetivos da sua empresa, expectativas dos funcionários e realidade do mercado. Com isso, é feita uma hierarquização de demandas e então é possível definir trajetórias.

Esse Roadmap deve ser consultado e revisto quando necessário.

Roadmap e Findability

A timeline e periodicidade do Roadmap variam de acordo com a demanda e projetos da empresa. Ele será o guia de todos os processos internos e deve ser usado para tomar decisões e alinhar estratégias.

tudo sobre a Vulpi

Ao usar o Roadmap e o Findability é possível ter processos muito mais otimizados, de maneira inteligente e planejada. Cada vez mais, a área de RH precisa deixar de ter uma abordagem puramente operacional sobre os assuntos da empresa.

A área de recursos humanos é agente ativo no desenvolvimento da empresa e deve assumir papel de mais destaque e responsabilidade nas estratégias. Com o Roadmap e Findability isso se torna possível.

 

Precisa de ajuda para contratar dev?


Maria Clara Moura

Maria Clara Moura

Maria Clara é Analista de Marketing na Vulpi 💜 Tem experiência em Marketing Digital, Inbound, Outbound e Produção de Conteúdo. Focada em gestão de oportunidades e atração de novos negócios.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *