O RH 4.0 tem mudado a forma com a área de Recursos Humanos impacta nos resultados da empresa e se posiciona dentro do negócio. Nessa nova tendência, essa área se torna parte da estratégia e ajuda a organização a atingir seus objetivos gerais.

Dessa forma, o RH não é mais uma área operacional. Essa mudança promove diversos benefícios, como a redução de custos, otimização de processos internos e criação de um ambiente mais competitivo para o negócio e mais produtivo para os funcionários.

Pensando nisso, colocamos, abaixo, as melhores dicas para implementar o RH 4.0 na sua empresa e aproveitar todos esses benefícios. Confira!

RECEBA GRÁTIS O E-BOOK - RHTECH

Mudar o mindset do time

O primeiro passo para adotar o RH 4.0 é mudar o mindset do time sobre o papel que a área de Recursos Humanos possui no negócio. É preciso entender que o RH não deve ser visto como um time operacional e que pode contribuir com os resultados da organização.

Para isso, é preciso fazer um levantamento de informações que mostram a capacidade do time e como ele pode impactar nos resultados da empresa. Dados sobre custos de contratações, demissões, avaliação do ambiente da empresa feita pelos funcionários, como esses dados podem ser melhorados e como isso influencia nos resultados gerais da organização ajudam a mostrar essa nova realidade aos demais setores da empresa.

Otimizar processos por meio da tecnologia

Com um novo mindeset criado, é necessário fazer a transição entre tarefas operacionais para estratégicas. A ideia é que essas atividades não serão mais realizadas pelo time e sim por sistemas inteligentes de automação, sendo apenas monitoradas pelos funcionários. Dessa forma, é criado tempo para que o time foque nas questões estratégicas.

Além disso, a adoção de outras tecnologias também melhora questões importantes da área, como a contratação de funcionários, que pode ser otimizada pelo uso de softwares de recrutamento, por exemplo.

O ideal é procurar soluções que auxiliam tanto nas questões operacionais como estratégicas. Existem diversas opções no mercado que ajudam a otimizar o uso de recursos, tomar melhores decisões e fazer tarefas tradicionais do RH como entrevistas, aplicação de testes, reuniões e outras atividades.

Investir em novas formas de armazenamento de dados

O uso da tecnologia traz a possibilidade de coletar mais informações sobre o ambiente da empresa, como a satisfação de funcionários, desempenho do time, melhores canais de busca de candidatos e, até mesmo, de funcionários que precisam de atenção.

Essas informações precisam ser armazenadas de forma eficiente para que possam ser usadas na tomada de decisão, não sejam perdidas no meio de outros documentos ou roubadas por ações criminosas. Para isso, considere o uso de sistemas em nuvem ou softwares que ofereçam um bom cuidado com suas informações.

Adotar métricas de desempenho

Por fim, uma característica fundamental no RH 4.0 é o uso de métricas de desempenho do time, indicando melhorias e pontos de atenção para otimizar as atividades. Esses valores também ajudam a área a mostrar sua importância para outras frentes do negócio, indicando o quanto a área contribui para o resultado geral.

Além de definir metas e KPIs, é essencial acompanhar sua evolução e pensar em planos para melhorar esse desempenho. Alguns softwares de gestão oferecem dashboards de resultados atualizados em tempo real que facilitam esse controle.

A nova realidade do mercado coloca os profissionais de uma empresa como seu maior ativo. A área de Recursos Humanos é responsável por encontrar e manter esses talentos, portanto, adotar o RH 4.0 é uma necessidade para todas as organizações que querem atender as novas tendências.

E você, já começou a implementar o RH 4.0 no seu negócio? Queremos saber sua opinião! Comente aqui como está sendo esse processo na sua empresa!


Avatar

Fellipe Couto

Fundador da Vulpi, já ajudei diversos clientes a encontrarem os melhores desenvolvedores para suas empresas. Apaixonado por empreender e transformar o mercado de desenvolvedores através de oportunidade de carreira e reconhecimento.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *