A retenção de funcionários é extremamente importante para a saúde organizacional. Isso se deve a várias questões internas. O processo de recrutamento, seleção e contratação leva tempo e dinheiro para ser concluído. Além disso, o novo profissional vai precisar de um tempo para passar pelo Onboarding, ser treinado sobre a empresa e seus processos e se ambientar com as tarefas.

Depois dos primeiros três meses de contratação, o profissional já terá passado pelo seu período de adaptação e então começa a trabalhar com todo o seu potencial. Quanto mais tempo o funcionário permanece na empresa, mais integrado com a solução e o público ele será e mais efetivo e otimizado será seu trabalho.

Assim, dedicar atenção para retenção de funcionários é uma estratégia de negócio, além de ser legal para quem trabalha na sua empresa. Continue lendo para entender mais sobre retenção e como criar o ambiente para isso.

banner promovendo a planilha de onboarding

O que é retenção de funcionários

Retenção de funcionários é resultado de um conjunto de estratégias e práticas do dia a dia que têm o foco em manter pessoas no quadro de colaboradores. Uma empresa que cuida da retenção de funcionários é uma empresa que se preocupa com o clima organizacional, se esforça para entregar valor para o colaborador e faz com que ele se sinta integrado.

Esses funcionários naturalmente irão começar a se enxergar na empresa a longo prazo. Com estratégias de retenção sendo implementadas, as pessoas têm motivos para ficar e para falar bem da sua empresa para o mercado.

A visão de valor é diferente para cada um. Então, essas estratégias devem ser focadas no perfil de funcionário ideal para a empresa. Retenção de funcionários não é sobre zerar o turnover e manter as pessoas a todo custo. É importante reter as pessoas certas: Os funcionários que agregam para o negócio e que irão enxergar valor no que você pode oferecer.

Muitas vezes, torna-se necessário olhar para dentro de maneira crítica e avaliar o que pode ser melhorado se é viável oferecer propostas de valor mais interessantes para os funcionários. Assim, é possível manter por perto quem está engajado em se desenvolver junto com a empresa. Portanto, para reconhecer essas pessoas, é necessário ter um profundo conhecimento sobre a empresa e os seus funcionários.

Impactos do Turnover

Em contraponto com a retenção de funcionários, existe o turnover de funcionários. A taxa de turnover representa a rotatividade de pessoas, seja de maneira voluntária ou involuntária. É essencial que essa não seja apenas mais uma métrica. As variações na taxa de turnover devem gerar insumos para estratégias dentro da empresa.

Quando não existe a atenção e preocupação com a retenção de funcionários, o turnover costuma ser alto. E isso impacta a empresa de várias formas.

Como citamos no nosso artigo sobre turnover, o alto turnover pode gerar inseguranças para os colaboradores que ficam. Além de passar uma imagem de fragilidade para clientes, fornecedores e investidores. Também tem o custo envolvido na entrada e saída de funcionários.

Uma equipe com alto turnover perde em produtividade. Acontece a quebra da rotina e da ambientação de todo o time. Isso afeta o foco e empenho do quadro atual de pessoas. A tendência é que eles fiquem sobrecarregados. Assim, será necessário maior atenção do seu gerente ou líder, impedindo o foco em outros assuntos estratégicos do negócio.

Estratégias de retenção de funcionários

A retenção de talentos se baseia principalmente no valor que seu funcionário enxerga na empresa. E a percepção de valor pode ser algo diferente para cada pessoa. Portanto, é necessário escutar quem trabalha com você, entender o que eles consideram importante e se basear nisso. Mas, até lá, algumas boas práticas podem servir como guia na retenção de funcionários.

Faça contratações inteligentes

A prática de retenção de talentos começa com a contratação das pessoas certas. Quando o novo funcionário tem o perfil técnico e comportamental adequado com a empresa e com a função que ele deve exercer, a retenção já está no caminho e poderá ocorrer de maneira natural.

Por isso, é extremamente importante se dedicar às diferentes etapas de contratação de novas pessoas. Se quiser se inteirar sobre as melhores práticas, temos um guia completo de contratação para você.

Ofereça segurança

Uma pessoa que se sente estável no seu cargo, consegue focar melhor nas atividades do trabalho. Isso se deve ao clima organizacional e até mesmo ao salário e benefícios. O colaborador que ganha um salário justo e condizente com suas responsabilidades e com o que é praticado no mercado sente segurança e apoio por parte da empresa.

Isso faz com que o profissional consiga se enxergar na empresa a longo prazo, o que influencia no engajamento e performance.

Incentive cultura de desenvolvimento

O colaborador se sente valorizado quando vê que a empresa se dedica à carreira dele e ao seu desenvolvimento. Isso pode acontecer por meio de oferta de cursos, elaboração de um plano de carreira e o hábito dar e pedir feedback.

Essa ações mostram para o profissional que sua voz importa e que ele está em um ambiente que irá agregar na vida dele. É essencial manter uma comunicação aberta dentro da empresa.

Valorize os profissionais

Além de salários justos, os profissionais querem reconhecimento. Seja por premiações, bonificações ou simplesmente falado em um bate papo direto com o funcionário ou para toda a empresa. Todo mundo quer se sentir importante onde trabalha. Quando existir a oportunidade de proporcionar isso para alguém, valorize essas pessoas.

Reconheça o trabalho bem feito e dê créditos. Nesse caso, não tem problema fazer isso de forma simples. O importante é não deixar passar esse momento, o que poderia gerar frustração.

Aplique pesquisas internas

Sabemos que é importante que o profissional seja ouvido. E uma ótima maneira de garantir isso é aplicando pesquisas e avaliações periodicamente. Pesquisas de clima e avaliações de desempenho são ótimos momentos para incentivar a comunicação e transparência. Mas não adianta de nada aplicar se não for usar os resultados para ações e estratégias reais dentro do dia a dia de trabalho.

Invista no clima organizacional

Muitas vezes, os funcionários passam mais tempo na empresa e com os colegas de trabalho do que com a própria família. O ambiente e clima dentro da organização devem ser agradáveis. Invista em estratégias para isso. Podem acontecer eventos entre os funcionários, happy hour, dinâmicas e mimos em geral.

Além disso, se as outras estratégias de retenção estiverem sendo bem implementadas, isso também será refletido no clima organizacional. Essas ações também impactam no employer branding, tornando a empresa mais atrativa no mercado para potenciais colaboradores.

Como anda a sua retenção de funcionários?

A retenção de funcionários deve ser um objetivo real e levado a sério dentro da sua empresa. Isso envolve estratégias que irão pautar várias ações dentro do seu negócio. O mercado hoje é competitivo, principalmente na área de TI. E contratar e reter profissionais engajados é essencial para o desenvolvimento do negócio.

Para que isso seja possível, o primeiro requisito é conhecer bem as pessoas no quadro de funcionários e a própria empresa. Saber o que as pessoas querem, o que elas valorizam e o que é viável oferecer.

O que você tem feito sobre a retenção de funcionários na sua empresa? Se quiser, vem bater um papo com a Vulpi sobre contratação e o mundo de RH! 🙂

 


Maria Clara Moura

Maria Clara Moura

Maria Clara é Analista de Marketing na Vulpi 💜 Tem experiência em Marketing Digital, Inbound, Outbound e Produção de Conteúdo. Focada em gestão de oportunidades e atração de novos negócios.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *