A contratação de novos empregados exige um planejamento estratégico da empresa para dar certo. Realizar um processo seletivo assertivo é vital para evitar os impactos negativos que contratações erradas podem trazer.

Atualmente, a questão é ainda mais preocupante, já que os profissionais tendem a permanecer pouco tempo nas empresas. Jovens da geração Millennial, por exemplo, têm como característica marcante o curto período de permanência em um mesmo trabalho, o que evidencia ainda mais a necessidade de escolher as pessoas certas.

Para esclarecer essa questão, selecionamos alguns aspectos que demonstram as consequências que as contratações erradas trazem para a empresa e como contornar esse problema:

Altos índices de turnover

A falta de um processo estruturado na seleção de talentos pode resultar na contratação de profissionais totalmente inadequados para a função.

Esses problemas podem vir desde a falta de experiência necessária para o cargo, falhas nas habilidades técnicas ou até mesmo desalinhamento da personalidade do trabalhador com a cultura organizacional da empresa, o que resulta cedo ou tarde em uma demissão e um novo processo seletivo para o mesmo cargo.

Aumento de custos de pessoal

Uma empresa com alta rotatividade de funcionários tem mais gastos com a administração de pessoas. Toda vez que um profissional pede as contas ou é demitido, há os custos de rescisão e direitos que a organização deve acertar.

Além disso, ocorre toda uma adaptação da equipe que inevitavelmente tem uma queda em seus índices de produção. Não podemos esquecer os gastos com processo seletivo e adaptação do novo funcionário.

Quando esse ciclo acontece com uma frequência muito grande, as finanças da empresa acabam sendo afetadas.

Comprometimento da imagem da empresa

Grandes organizações hoje trabalham o employer branding, um conjunto de técnicas que reforçam a imagem de boa empregadora. Se essa abordagem está merecendo tanta atenção, imagine como a fama de um local que não consegue reter os funcionários é negativa.

Com o uso das redes sociais, a reputação de uma organização, seja ela boa ou ruim, é facilmente disseminada. Existem até mesmo sites em que ex-colaboradores deixam a sua impressão sobre como foi trabalhar em determinado lugar.

Tendo isso em vista, é importante cuidar para que a seleção de talentos seja precisa, evitando que a alta rotatividade prejudique a imagem do negócio e do departamento de Recursos Humanos.

RECEBA GRÁTIS - RHTECH

Realize um processo seletivo assertivo

É possível fazer uma boa seleção de profissionais que evite todos esses problemas. Para isso, o departamento de RH deve acompanhar alguns passos:

Defina bem a vaga

Deixe claro as necessidades da vaga, levando em consideração não apenas as exigências técnicas, mas também a experiência necessária para exercer o cargo.

Preste atenção também à linguagem usada no anúncio e onde será publicado, procurando adaptar ao perfil de candidato que se pretende atrair.

Analise os currículos

Com os currículos em mãos, é hora de fazer uma análise cuidadosa, mas sem esquecer que o currículo é apenas uma prévia – o processo será aprofundado na próxima etapa.

Conte com a tecnologia

Você pode usar softwares e ferramentas para ajudar a selecionar os melhores profissionais. Já existem no mercado plataformas que permitem cruzar os dados da vaga com perfis cadastrados nas redes sociais, para que essa localização seja mais rápida.

Faça entrevistas e testes psicológicos

As entrevistas são a parte mais importante de um bom processo seletivo. Nesse momento, avalie todos os aspectos: conhecimentos, traços de personalidade e objetivos de vida do candidato.

Testes psicológicos também vão ajudar nessa etapa. Procure contar com a participação de profissionais especializados, com condições de avaliar conscientemente se o candidato está sendo sincero e se encaixa nas necessidades da empresa.

Ao final do processo seletivo, dê um feedback a todos que participaram. Isso passa uma imagem positiva. A resposta pode ser apenas um parecer rápido enviado por e-mail, o importante é que o profissional seja notificado.

E você, o que faz para promover um processo seletivo mais assertivo na sua empresa? Conte pra gente nos comentários!


Avatar

Fellipe Couto

Fundador da Vulpi, já ajudei diversos clientes a encontrarem os melhores desenvolvedores para suas empresas. Apaixonado por empreender e transformar o mercado de desenvolvedores através de oportunidade de carreira e reconhecimento.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *