Um processo de recrutamento normalmente é longo e possui várias etapas, pois as empresas necessitam uma contratação assertiva e um baixo índice de turnover dos seus colaboradores. Porém o que muitas empresas esquecem de fazer é dar um retorno ao candidato que não foi selecionado para a vaga ofertada. Existem algumas justificativas para isso, como a indecisão do recrutador ou o cancelamento do processo seletivo, mas nessa hora a empatia com os participantes pode ser muito importante para a sua organização.

De acordo com o IBGE, atualmente no Brasil cerca de 24 milhões de pessoas não possuem trabalho formal. Isso reflete na ansiedade do candidato que precisa de um feedback mais rápido do processo, a partir do momento que ele não pode ficar preso em uma vaga enquanto o processo pode se arrastar por um longo período.

Diante desse cenário vamos falar dos principais motivos para informar rápido ao  candidato o seu status no processo de recrutamento e porque sua empresa precisa tratar isso como uma regra:

Trabalhar o employer branding

Como participante do processo seletivo o mínimo que a pessoa espera é ser tratada com respeito e transparência, quando não se dá um retorno e simplesmente ignora o candidato que foi eliminado do processo, há uma grande chance dele se sentir frustrado e fazer comentários negativos sobre a empresa contratante em seu círculo social. Fazendo assim com que a marca empregadora da organização seja defasada e cada vez menos as pessoas se interessem em trabalhar lá. Por isso vale a pena dedicar parte do tempo enviando os feedbacks, ao ter que reestruturar uma marca já com pouca força não é mesmo?

Processo de recrutamento futuro

Muitas vezes ocorre do candidato não ser compatível com a vaga atual, mas ter características técnicas muito boas e traços comportamentais que têm sinergia com a cultura da empresa. Por isso uma boa comunicação contribui para que o participante ainda considere trabalhar na empresa e a sua inserção em um banco de talentos para contato futuro, assim quando surgir uma oportunidade que condiz mais com o perfil do candidato ficará mais fácil encontrá-lo.

RECEBA GRÁTIS O E-BOOK - RHTECH

Destaque no mercado

Infelizmente no mercado atual as empresas e os profissionais de gestão de pessoas não tem o hábito de dar feedback nos processos, por isso uma empresa que possui essa boa prática se destaca no mercado e chama a atenção ao ponto de ser elogiada pelos candidatos. No mercado brasileiro os participantes do processo de recrutamento já se acostumaram com o descaso dos recrutadores e um retorno pode ser um diferencial que fortaleça ainda mais a marca empregadora de sua companhia.

Como dar feedback negativo

Muitos profissionais de RH não dão um retorno negativo ao candidato, pois se sentem desconfortáveis com a situação de reprovar alguém no processo ou simplesmente ignoram a participação da pessoa no processo de recrutamento, mas para não deixar de dar um feedback, existem algumas boas práticas para isso:

  1. Seja breve e claro;
  2. Lembre-se que você está lidando com outras pessoas, empatia é tudo!
  3. Não minta em relação ao motivo da não contratação;
  4. Tente ser positivo e elogie os pontos de destaque do candidato;
  5. Caso haja um questionamento posterior não deixe de responder!

Seguindo essas dicas no seu processo de recrutamento, todos os participantes se sentirão valorizados e não irão denegrir a marca de sua empresa, além de se sentirem satisfeitos com a transparência adotada pela organização.

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro de novos conteúdos!

 


Daniel Martins

Daniel Martins

Sou técnico em Administração formado pela Escola de Formação Gerencial do SEBRAE . Gosto de expandir meus conhecimentos e aprimorar minhas habilidades sempre. Tenho experiência no mercado de startups e sou apaixonado por marketing de conteúdo!

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *