Vamos supor que durante o processo de recrutamento você tenha encontrado o candidato a desenvolvedor adequado: alinhado com os objetivos da empresa, dominando os frameworks solicitados, com as qualificações que você almejava. E aí, como negociar a pretensão salarial deste desenvolvedor?

O segredo é manter a calma e preparar uma estratégia, uma vez que a negociação de um salário pede a análise de uma série de pontos a serem averiguados com cuidado antes de fechar o negócio com o candidato.

Como devo negociar a pretensão salarial?

A primeira coisa a ser feita é verificar se a pretensão salarial do candidato condiz com a realidade do mercado. Para definir o seu próprio valor, o mais indicado é fazer uma pesquisa e verificar essas informações – com base no salário que está sendo discutido – e nas qualificações do candidato.

Outro fator fundamental é esclarecer para o candidato que o salário não será a única forma de remuneração que ele irá receber. Este é o momento de mostrar o valor da empresa por meio dos outros benefícios (além dos obrigatórios) que ela oferece. Isso aumentará o valor percebido pelo candidato, e será um argumento válido no momento de comparar salários de outras empresas.

O que levar em conta na negociação da pretensão salarial?

Pesquisa de mercado

Realizar uma pesquisa a fim de conhecer o salário médio do mercado é muito importante, e isso poderá ser usado pelos candidatos no momento da negociação. Por essa razão, é fundamental procurar saber qual é a remuneração paga por empresas semelhantes à sua.

Neste caso um apoio extra vem a calhar, e a Vulpi pode te ajudar com a calculadora de salários de desenvolvedores. Basta clicar aqui para descobrir o salário médio de um desenvolvedor de acordo com a senioridade, foco de carreira e localização.

RECEBA GRÁTIS

Conheça o perfil do candidato

Conhecer a situação atual do candidato é muito importante para negociar a pretensão salarial do mesmo. Se ele não apresenta diferenciais significativos em relação aos outros candidatos, não faz sentido contratá-lo por um valor superior. O mais indicado é manter o salário inicial que seria oferecido para um concorrente que seja igualmente competente ao cargo.

Para decidir se a proposta do desenvolvedor deve ou não ser aceita, compare-a com os demais candidatos que estão participando da seleção e avalie os diferenciais de cada um.

Atente-se ao comprometimento do desenvolvedor

É fundamental buscar por comprometimento e dedicação em um desenvolvedor. O ideal é que além de dominar os frameworks necessários para o preenchimento da vaga, ele esteja alinhado às metas e à cultura organizacional da empresa.

Se o candidato parece interessado somente no valor salarial, ele pode não compartilhar dos valores da organização e por isso, talvez não seja a melhor escolha.

Escute a proposta do candidato

Quando o desenvolvedor decide negociar o salário, ele não deve esperar receber um valor muito acima do que foi oferecido inicialmente pela vaga.

Entretanto, se ainda assim ele fizer uma proposta muito elevada, não há problemas em negá-la e oferecer uma contraproposta que condiz com a realidade da vaga em questão.

Prepare-se para tirar dúvidas e para fazer a sua oferta

Certifique-se de tirar todas as dúvidas do candidato quanto a vaga oferecida: o que está incluído no salário, quais são os outros benefícios que a empresa oferece, possibilidade de crescimento dentro da empresa, etc. E esteja preparado para fazer a oferta ou contraproposta a ele.

Para isso esteja atento ao mercado e às expectativas do desenvolvedor em função de sua situação atual. Dessa forma você estará apto a prever possíveis argumentos que ele possa vir a fazer e saberá como respondê-los, pois conhecerá quais são os limites da sua oferta.

O importante é manter os pés no chão e ter bom senso quando o assunto é negociar o salário. Ao seguir esses passos, as chances de sucesso aumentam e possibilitam a contratação da pessoa certa para enfrentar os desafios que assumirá dentro da empresa.

Gostou desse conteúdo? Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos próximos posts!


Miriam Trindade

Miriam Trindade

Estudante de Marketing, totalmente apaixonada por pessoas, aprendizado e por cultura pop. Busco transformar a vida das pessoas da maneira que eu puder. Acredito no poder da comunicação, planejamento, análise e do networking.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *