Depois de uma longa jornada procurando o talento ideal para compor a sua equipe, é hora de receber esse novo colaborador e integrá-lo ao seu ambiente de trabalho. Esse procedimento necessário em toda empresa é conhecido como onboarding e tem por objetivo garantir o engajamento de novos profissionais na companhia.

Para que você consiga implementar esse processo sem grandes dificuldades, separamos, neste post, dicas que vão auxiliar desde o entendimento do conceito de onboarding até a sua aplicabilidade. Leia até o final e descubra a importância desse procedimento, como ele auxilia na integração da equipe e como você pode colocá-lo em prática.

O que é onboarding?

Os primeiros dias de um novo colaborador na empresa podem ser decisivos para a sua permanência junto à equipe. Por essa razão, seguindo a sequência lógica de uma contratação, para que ela seja bem-sucedida, é necessário realizar a preparação do profissional para se ambientar ao local de trabalho.

O onboarding é um procedimento estratégico de acolhimento e engajamento desse colaborador recém-chegado, facilitando a sua adaptação à empresa. Essa prática é essencial para demonstrar o comprometimento da organização com o novo talento e expressar o seu valor frente aos processos que ele executará.

Sua metodologia é baseada em orientar, supervisionar, acompanhar e treinar os ingressantes para que, com isso, eles se sintam acolhidos.

Qual a sua importância?

O onboarding funciona como um acelerador da integração de novos colaboradores e, por isso, torna a adaptação mais ágil e acertada. Assim, o profissional acolhido recebe suporte durante toda sua fase de ajustamento.

Esse processo também é importante para que seja expressado o tipo de ambiente com o qual o colaborador terá que conviver, ou seja, a cultura empresarial. Durante esse período, ele constituirá relações de trabalho, entrará em contato com o método de comunicação empresarial utilizado, sua equipe, seus supervisores e a sua rotina de trabalho.

Em geral, o onboarding desenvolve os profissionais para que eles estejam aptos a desempenhar suas funções e gerar resultado da forma mais produtiva possível.

Como ele auxilia na integração da equipe?

Em uma integração tradicional, as conversas giram em torno de informações práticas, como o acesso aos sistemas da empresa, o local de trabalho, o funcionamento da rotina e afins.

No entanto, durante o onboarding, o objetivo é fazer as pessoas se sentirem bem-vindas e por isso é que as relações de trabalho são rapidamente estabelecidas.

Fazer com que um novo colaborador se sinta incluso gera maior confiança em relação a sua equipe, conectando os membros entre si e estimulando a motivação. Além, é claro, de reduzir significativamente as taxas de turnover da empresa.

RECEBA GRÁTIS O E-BOOK - RHTECH

Como colocá-lo em prática?

Selecionamos as principais dicas para praticar o onboarding, confira:

Recepção de novos colaboradores

A recepção do colaborador é um primeiro passo importante e, por isso, merece total atenção. Uma dica legal fornecida por grandes empresas é que o profissional seja recebido pelos seus CEOs, seja para desejar as boas-vindas ou para tirar quaisquer dúvidas sobre a organização.

Com essa prática, a companhia demonstra que está aberta a ajudar e respeitar seus colaboradores, independentemente dos níveis hierárquicos.

Treinamento personalizado

Apesar de a cultura empresarial estar presente em cada detalhe, ainda é preciso desenvolver um material que norteie o novo colaborador sobre as principais informações acerca da empresa.

Portanto, é válido criar uma apresentação detalhada sobre a instituição, reforçando a importância desse novo participante no desempenho de suas atividades.

Mentoria

Mesmo com uma boa recepção e com um material adequado, o colaborador pode se sentir um pouco perdido. Se a sua intenção é encurtar caminhos e agilizar a sua adaptação, considere disponibilizar um mentor para acompanhar seus passos iniciais.

Isso garantirá um maior engajamento, possibilitando a retirada de dúvidas e o estabelecimento de uma relação de confiança.

Gostou das dicas? Agora que você já sabe como funciona o onboarding e o quanto ele auxilia na retenção de talentos, que tal deixar um comentário e compartilhar a sua opinião sobre essa prática?


Avatar

Fellipe Couto

Fundador da Vulpi, já ajudei diversos clientes a encontrarem os melhores desenvolvedores para suas empresas. Apaixonado por empreender e transformar o mercado de desenvolvedores através de oportunidade de carreira e reconhecimento.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *