Atualmente, o moderno ecossistema dos dados inclui uma extensa rede de entidades que estão interconectadas e em constante evolução. Nesse texto, você entenderá quais são os itens que compões o ecossistema de dados e qual o papel do analista de dados.

Ecossistema de dados

As entidades que fazem parte do ecossistema atual de dados são:

  • Dados que estão disponível em diversos formatos, estruturas e fontes;
  • Dados de ambientes corporativos no qual os dados brutos são preparados para que possam ser organizados, limpos e otimizados para uso pelos usuários finais;
  • Usuários finais como agentes de negócios, desenvolvedores, analistas, entre outros, que consomem os dados para vários propósitos.

Baseados nos objetivos que precisam ser alcançados, existem 4 principais tipos de análise de dados, sendo elas:

  • Análise descritiva: que auxilia a responder “o que aconteceu?”
  • Analista diagnóstica: que auxilia a responder “por que aconteceu?”
  • Análise preditiva: que analisa datas históricas e sugere “o que vai acontecer em seguida”
  • Análise prescritiva: que descreve “o que deveria acontecer em seguida”

O processo da análise de dados envolve desenvolver um entendimento do problema e qual o resultado esperado. Neste sentido, é necessário definir uma métrica clara para avaliar os resultados. O primeiro passo após definir os seus objetivos, é coletar, limpar, analisar e realizar o processo de “mining data” (o processo de minerar os dados e procurar por padrões consistentes) e, por fim, interpretar os resultados.

Uma vez que os dados forem interpretados com sucesso, é dever do Analista de Dados comunicar de forma clara e impactante para os tomadores de decisão.

O papel do Analista de Dados

Analista de dados

O papel do Analista de Dados passa por várias etapas, são elas:

  • Adquirir dados que melhor se encaixem no tipo de uso;
  • Preparar e analisar os dados para compreender o que eles representam;
  • Interpretar e comunicar efetivamente a mensagem para os tomadores de decisão;
  • Garantir que o processo está documentado para referências futuras.

Para que esse papel seja feito com sucesso, o Analista de Dados necessita de um mix de habilidades técnicas, funcionais e de soft skills.

Habilidades técnicas, funcionais e soft skills que um Analista de Dados precisa ter.

As habilidades técnicas incluem diferentes níveis de proficiência em utilizar ferramentas de tabelas, como o Excel, ferramentas analíticas, ferramentas de visualização, programação e linguagens SQL. Mas não apenas isso, pois é necessário também saber trabalhar com diferentes tipos de dados, diferentes repositórios e diferentes plataformas.

As habilidades funcionais incluem o entendimento de matérias como Estatística, técnicas de análise, resolução de problemas e a habilidade de visualizar um problema de diferentes perspectivas. Para comunicar efetivamente os resultados encontrados, o profissional precisa saber construir ferramentas de visualização. E, por fim, habilidades em gerenciamento de projetos é muito importante.

Soft Skills incluem as habilidades de trabalhar em equipe, colaborar, se comunicar de forma clara e objetiva, contar uma história com os dados de forma convincente e ganhar o apoio e a aceitação das áreas de negócios. A curiosidade em explorar diferentes caminhos e intuição que ajuda a dar uma noção do futuro a partir de experiências passadas também são habilidades essenciais para ser um bom Analista de Dados.

Conteúdo produzido por Thais Lino.

Este texto foi produzido por um autor convidado. Tem interesse em compartilhar algum conteúdo no Blog da Vulpi? Clique aqui.

 


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *