Provavelmente você já ouviu falar de diversos aspectos que devem ser levados em consideração na hora do processo de recrutamento e seleção, certo? São muitos, dentre eles perfil técnico, postura, adequação ao dia a dia e às tarefas da vaga, além do perfil cultural e comportamental. Mas qual é a diferença entre fit cultural e fit comportamental? Entenda cada uma delas e como as ferramentas de análise de perfil podem te ajudar a conduzir um processo seletivo mais estratégico.

O que é fit cultural?

Fit cultural é a sinergia da pessoa que será contratada à cultura e valores da empresa que está contratando. Avalia-se esse fator para melhor inserção, crescimento e engajamento desse profissional dentro da organização.

Algumas pessoas confundem esse tema, achando que precisam contratar pessoas iguais no modo de pensar e no que diz respeito às suas visões. Mas não é isso! O objetivo dessa avaliação é entender o alinhamento de pensamentos entre profissional e organização, para potencializar o talento, as entregas e o bom convívio no dia a dia, já que esse prisma influencia no desenvolvimento do profissional dentro da empresa.

 

O que é fit comportamental?

Já o fit comportamental é o entendimento do comportamento da pessoa. A avaliação das competências comportamentais são importantes para encontrar sinergia entre a pessoa e a empresa ou com a função que o profissional irá ocupar.

Assim como reforçamos no tópico anterior sobre a diversidade, aqui salientamos que não há certo e errado. É importante diferenciar perfis comportamentais dentro de uma equipe, desde que esses perfis sejam coerentes com o que a empresa acredita e busca.

 

Como identificar esses perfis?

Para ambos os aspectos – fit cultural e fit comportamental – existem avaliações que podem ser feitas em diversas etapas do processo seletivo. Você pode conhecer um pouco melhor a pessoa que está se candidatando a vaga em um teste online, na etapa individual ou até mesmo em uma dinâmica em grupo. E não precisa escolher apenas um momento, você pode escolher perguntas diferentes para cada uma dessas fases e validar resultados e também as suas percepções.

Com o questionário adequado, é possível entender: se o candidato prefere trabalhar em equipe ou sozinho. Se costuma executar um trabalho de forma mais ágil ou preza pelos detalhes. Se recebe bem as críticas de colegas e superiores. Se prefere ambientes mais calmos ou agitados para ser produtivo. E muitos outros fatores que podem ser avaliados de acordo com a cultura da empresa.

Já em relação ao comportamento, com as perguntas certas você poderá identificar: se a pessoa é mais extrovertida ou introvertida. Se a comunicação é seu ponto forte ou não. Se tem habilidades analíticas ou se tem o perfil mais criativo. Se é metódica na rotina do dia a dia ou não. Esses e outros comportamentos podem ser bem-vindos para o cargo em aberto e o que a empresa deseja no momento.

Como eles se complementam?

O ideal é que você saiba o que quer com cada pergunta que fará ao candidato. Mas sim, em um teste de perfil comportamental, é possível também perceber o fit cultural com a empresa. Vamos explicar na prática.

Ao perguntar ao candidato se ele prefere trabalhar sozinho ou em equipe, ao mesmo tempo que você conseguirá identificar se sua preferência impacta no que a empresa acredita, será possível entender também se seu perfil é mais analítico ou comunicador, por exemplo.

Sempre vale a pena reforçar e validar cada resposta dada, mas com um bom direcionamento você conseguirá perceber os perfis com clareza.

Nós sabemos da complexidade e importância de se observar cada detalhe na hora da contratação. Se você também conseguir entender se candidato e empresa são compatíveis nos aspectos citados neste artigo, as chances de um bom desenvolvimento e aderência à organização e equipe são maiores.

 

Aprofunde nas metodologias, dedique tempo e tenha bons processos de recrutamento e seleção!

 

Aqui na Vulpi, os processos de recrutamento e seleção para profissionais de tecnologia contam com testes para avaliar o fit cultural, técnico e comportamental. Tudo para que você consiga contratar com mais assertividade.

Quer saber mais sobre como podemos te ajudar a contratar pessoas desenvolvedoras? Clique aqui e converse com um dos nossos especialistas. 


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *