A grande dor de quem recruta é conseguir dar todos os retornos para as Pessoas candidatas às vagas. Temos ciência que elas ficam muito chateadas quando não recebem um feedback.

O impacto positivo que um retorno real gera, pode mudar carreiras, e acredito que é o nosso papel nos esforçar para que isso aconteça.

Pensando nisso, aí vão algumas dicas para dar um bom feedback nos processo seletivos!

1) Liste suas divulgações

Primeiro, tenha listado quais plataformas você divulga as vagas. Assim, você tem mapeado os locais que deve voltar para dar feedback.

2) Dê feedback em todas as etapas

Quando uma pessoa se candidata para uma vaga, ela tem a expectativa de receber um posicionamento. Mesmo que seja na etapa de triagem de currículo.

O feedback da etapa inicial pode ser feita de forma generalista, caso a gente tenha recebido muitas candidaturas. Mas, é possível dá-lo de uma forma que não seja vaga e que dê a oportunidade da pessoa argumentar sobre suas habilidades.

Exemplo: Retorno da triagem de currículo.

“Olá, agradecemos a sua participação no processo, no momento, não identificamos que o conhecimento listado em seu currículo corresponde aos requisitos pedidos na vaga.

Caso discorde com nosso posicionamento, fique à vontade para nos responder sobre essa análise. Seu retorno é muito importante para nós”.

Dessa forma, você consegue dar um retorno inicial para as pessoas que se aplicaram e dá a chance para que as informações dela sejam melhor apresentadas no currículo.

Ainda existem muitas pessoas que não completam as experiências profissionais de forma atrativa e acabam sendo eliminadas por isso. 

Vale ressaltar que o feedback também é valido para as para as pessoas que realmente não possuem os requisitos mínimos desejáveis!

3) Mantenha os(as) candidatos(as) informados(as)

Além do feedback de não aprovação, é interessante também nos preocuparmos em manter as pessoas que estão participando do processo informadas sobre o andamento do mesmo.

Entre uma etapa e outra, sabemos que é importante não deixar o(a) participante sem informações.

Mesmo que o retorno de uma etapa técnica ou em grupo demore um pouco mais para ser feito, é interessante atualizar, semanalmente, ainda que seja para posicionar que estão analisando os perfis e, na semana X, será o período de previsão de resposta.

É importante lembrar que, quanto mais avançada a pessoa estiver no processo, mais personalizado deve ser o feedback dado à ela. Tente ser transparente e se comunicar da forma mais assertiva possível!

Uma dica interessante para esse momento: sugira cursos, livros e Podcasts que ela possa ouvir ou estudar sobre o tema. É válido tanto para soft ou hard skills

Contudo, para isso, é importante alinhar as indicações mais técnicas com a área responsável.

4) Não opte por mensagens automáticas

Mensagens automáticas nas partes finais do processo não são indicadas, porque geram um sentimento enorme de frustração e falta de cuidado. 

Busque feedback da área técnica e, caso o retorno esteja relacionado a não compatibilidade da cultura da empresa, seja transparente e descreva em quais falas ou comportamentos que a pessoa teve, que foi identificado esse desalinhamento.

5) Você pode dar um feedback negativo por telefone também

Não há problema algum nisso, mas esteja preparado(a) para a reação do outro lado da linha telefônica. 

feedback

Já tive experiências com retorno negativo por telefone, e já aconteceu tudo que vocês podem imaginar!

Portanto, devemos estar preparados com relação a argumentos e ter uma comunicação muito empática.

Mas, a gratidão de quem recebe um feedback sincero, é o que faz você um(a) profissional humano(a) e impulsiona a Pessoa Candidata a buscar se aprimorar e tentar da próxima vez uma vaga em sua empresa, pois lá ela sabe que se preocupam com o Desenvolvimento Humano.

Por fim, em cada feedback, inclua sempre uma pesquisa de NPS para que todo(a)s participantes possam dar sua opinião sobre o processo. Dessa forma, você estará sempre aprimorando a experiência do(a) candidato(a).

Conclusão

Dar feedback no processo é algo indispensável! Agir de forma humana, em um momento tão delicado, em que as pessoas vão cheias de expectativas, é fundamental.

Ter processos bem definidos junto ao seu time de recrutamento, para que todos os retornos sejam feitos, é muito importante para o seu Employer Branding.

Empresas que têm esse cuidado engajam o(a) candidato(a) a voltar / aplicar futuramente em novas posições.


Megan

Megan

Conheça a Vulpi! Temos o propósito de tornar mais simples e eficaz o processo de recrutamento e seleção de desenvolvedores de software.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *