O mercado de desenvolvimento é um universo impressionante, a cada dia que passa novas tecnologias surgem e outras vão se tornando obsoletas, até deixarem de serem utilizadas. Novos desenvolvedores entram no mercado de trabalho, que por sua vez cada vez mais necessita deles para desenvolver tecnologias para empresas e projetos.

Tendo em vista a grandeza da área de software separamos algumas estatísticas interessantes do mercado brasileiro, coletadas em uma pesquisa feita pela empresa Umbler, para ajudar desenvolvedores e recrutadores a definirem melhor suas carreiras e estratégias. Vamos aos dados:

Tipos de vagas mais buscados

Atualmente no mercado o job description mais recorrente em portais de vagas e páginas de carreiras é o do desenvolvedor full stack, aquele desenvolvedor que tem conhecimento em tecnologias de back-end (parte operacional do sistema) e front-end (parte visual de interfaces e UX), esse profissional se destaca pela sua multidisciplinaridade e capacidade de transitar entre duas áreas distintas do desenvolvimento e representa mais de 40% das vagas ofertadas. Seguido das vagas de desenvolvimento full stack estão as vagas para front-end e por útimo back-end.

Quando reduzimos essas vagas ao nicho de desenvolvedor mobile encontramos mais de 35% do mercado procurando desenvolvedores multiplataforma, sendo que o foco é o desenvolvimento para Android e iOS.

Linguagens de programação mais requisitadas

O desenvolvimento front-end se destaca quando tratamos das linguagens mais procuradas do mercado, nesse quesito destaca-se o JavaScript que representa 67% das vagas ofertadas. A linguagem back-end que mais tem aceitação do mercado é o PHP, presente como pré-requisito em 40% das vagas.

Maiores salários

Um dos indicadores mais buscados e que mais gera curiosidades é quem está ganhando mais no mercado, e quais os maiores salários. Em desenvolvimento de software temos o destaque da melhor remuneração para o profissional de Java, que não é apenas uma linguagem e também uma plataforma de desenvolvimento. O desenvolvedor Java ganha em média R$8309.

Na segunda colocação temos o Ruby, onde o profissional ganha até R$7595, e muito perto deles o Python, que vem crescendo muito em função do big data, onde o desenvolvedor de nível sênior  tem uma remuneração média de R$7350.

RECEBA GRÁTIS

Perfil das empresas contratantes

Uma vez que sabemos quais profissionais são mais requisitados no mercado e mais bem pagos, temos a análise dos principais perfis das empresas contratantes. Nessa análise, foi identificado que 50% das vagas abertas para desenvolvedores são oferecidas por agências, índice que vem aumentando devido ao desenvolvimento web e mobile, que são duas atividades cada vez mais presentes nesse tipo de negócio.

Em segundo lugar encontramos as startups, com 38% do mercado, sendo que aquelas que são consideradas de grande porte representam apenas 4% do total de vagas ofertadas no mercado.

Em terceiro lugar na pesquisa estão as empresas de grande porte, que tem uma oferta de 7% do total de vagas do mercado.

Desenvolvimento remoto ou presencial?

Por fim uma estatística que chama a atenção. Apesar das facilidades tecnológicas que possibilitam o trabalho remoto, 91% das vagas ofertadas não são disponíveis para trabalhar à distância. Isso demonstra que a ideia de times distribuídos e pessoas trabalhando de casa e locais diferentes ainda não é muito aceita pelas organizações.

Quer receber as melhores oportunidades para trabalhar como desenvolvedor? Cadastre-se na Vulpi!


Daniel Martins

Sou técnico em Administração formado pela Escola de Formação Gerencial do SEBRAE . Gosto de expandir meus conhecimentos e aprimorar minhas habilidades sempre. Tenho experiência no mercado de startups e sou apaixonado por marketing de conteúdo!

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *