Já é altamente conhecido que ter os melhores profissionais na sua empresa pode ser a diferença entre um negócio de sucesso ou não. Contudo, não é uma tarefa simples manter talentos no time.

Para que isso ocorra, existem diversas ações que a empresa deve tomar para reduzir o seu turnover, fazendo com que todos se sintam parte da equipe e se motivem a continuar o bom trabalho. Uma dúvida comum entre os gestores é: como medir a satisfação dos funcionários? A resposta está no E-NPS!

O E-NPS nada mais é do que uma metodologia de pesquisa de satisfação, largamente utilizada no meio corporativo para avaliar se suas ações de endomarketing, seu ambiente e a proposta de trabalho fazem sentido e satisfazem as necessidades dos colaboradores.

Ela serve como base para direcionar as ações da empresa e deve ser usada, ao menos, uma vez por ano.

Por isso, dispomos, abaixo, as principais informações sobre essa metodologia que tem ganhado cada vez mais o mercado e ajudado as empresas na tarefa de estimular a equipe! Vamos lá?

Qual a diferença entre NPS e E-NPS?

O NPS (Net Promoter Score) foi criado pelo americano Fred Reicheld em 2003. Ele consiste numa metodologia focada em mensurar o grau de satisfação e fidelidade dos consumidores de uma empresa.

Por outro lado, o E-NPS nada mais do que o NPS aplicado ao ambiente interno da empresa, ou seja, ao seu colaborador.

Sua sigla significa Employee Net Promoter Score. Não existe uma tradução literal para a sigla, mas, normalmente, entende-se como a intenção de indicação da empresa para outras pessoas, isso porque a metodologia consiste numa pesquisa simples, que contém a seguinte questão:

“Numa escala de 0 a 10, o quanto você recomendaria a empresa como um bom local de trabalho?”

Entende-se que a satisfação do colaborador está diretamente relacionada à sua intenção de indicar a empresa. Diversas empresas tentaram fazer outras perguntas, entretanto, a pergunta original apresenta os resultados mais precisos do mercado. O que se usa, em conjunto, na pesquisa, é uma pergunta aberta solicitando os motivos que levaram o funcionário a atribuir tal nota.

Como aplicar a pesquisa de E-NPS?

A pesquisa deve ser aplicada de forma anônima, assim, os colaboradores se sentirão livres para realmente fornecer uma opinião sincera sobre a empresa.

O ideal é realizá-la uma vez a cada 6 meses ou durante períodos de decisões estratégicas, como um direcionamento de ações de endomarketing. Além disso, sua aplicação pode ser feita on-line, com uso de formulários, ou pessoalmente.

Como calcular o E-NPS?

A fórmula para o cálculo é a seguinte:

E-NPS= % COLABORADORES PROMOTORES – % COLABORADORES DETRATORES = % NPS

Para identificar promotores e detratores, usamos uma classificação feita pelas notas atribuídas:

  • notas de 0 a 06 — colaboradores detratores: são aqueles que indicam que estão insatisfeitos com seu trabalho na empresa, não a recomendam e estão desmotivados;
  • notas de 07 e 08 — colaboradores neutros: são aqueles colaboradores que não estão totalmente insatisfeitos, porém, não estão totalmente motivados;
  • notas de 09 a 10 — colaboradores promotores: são os colaboradores mais motivados e satisfeitos com a empresa, tanto que indicariam o local de trabalho para conhecidos.

A meta da empresa deve ser manter o E-NPS alto, o que indica que os colaboradores estão satisfeitos e promovem a empresa no mercado. Em casos de baixos valores, faça uma análise qualitativa e use reuniões de feedback para identificar pontos de melhoria em comum.​​

Além disso, um dos fatores que mais levam à insatisfação do funcionário é justamente o fato de ele não se sentir parte da equipe e isso pode ser um problema de fit com o perfil do negócio. Nesse caso, mesmo com diversas ações e investimentos, será difícil mudar essa percepção, por isso, o ideal é investir num bom processo de contratação. Para isso, você pode usar ferramentas especializadas que empregam tecnologia para melhorar esse processo.

Gostou de saber como funciona o E-NPS e como usá-lo na sua empresa? Então, compartilhe este post nas redes sociais e deixe outras pessoas aprenderem também!

RECEBA GRÁTIS O E-BOOK - RHTECH


Avatar

Fellipe Couto

Fundador da Vulpi, já ajudei diversos clientes a encontrarem os melhores desenvolvedores para suas empresas. Apaixonado por empreender e transformar o mercado de desenvolvedores através de oportunidade de carreira e reconhecimento.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *