A aprendizagem de máquina (em inglês: machine learning), pode ser dita como todo o sistema que utiliza modelos matemáticos. Isso possibilita que ela tome as decisões, tornando possível que tal tecnologia interprete as informações e os dados do cotidiano, minimizando o erro humano.

Atualmente, muito se tem falado das diversas aplicações em que elas estão presentes. Dentre elas temos desde as redes sociais (anúncios direcionados com base nos interesses dos usuários) até mesmo uma abordagem auxiliar na manutenção preventiva de empresas.

É preciso entender que a aprendizagem de máquina pode ocorrer de três maneiras:

  • Supervisionada – A base de dados é rotulada e o algoritmo terá a informação necessária para dizer como elas se comportam;
  • Não supervisionada – A base de dados não é rotulada e, por consequência, o algoritmo deverá separar os dados em diferentes classes. Isso faz com que as comportamento das características sejam identificadas.
  • Reforço – A máquina se adequa as circunstâncias na qual o sistema está interagindo.

O Fluxograma abaixo ilustra as principais etapas sobre aprendizagem de máquina e também cita uma das técnicas utilizadas para classificação (separar as informações extraídas em diferentes classes).

Fluxograma - Aprendizagem de Máquina

Algoritmos e Linguagem de Programação aplicados para Aprendizagem de Máquina

O desenvolvimento dos carros autônomos é uma das aplicações que têm chamado bastante atenção, pois não necessitam de seres humanos para a realização da condução. Com isso, para tornar o sistema completamente seguro, existe a necessidade da implementação e interpretação de diversos algoritmos.

A fim de deixar mais claro este exemplo, o carro possui um sistema que necessita identificar diversos sensores e técnicas de processamento de imagens, além de objetos em sua volta (outros carros, pedestres, obstáculos, etc). Nesse sentido, ele precisa reconhecer sua localização e outras variáveis, com o objetivo de tornar seguro tanto para quem está dentro do automóvel, quanto para quem está fora. A aprendizagem de máquina possibilitará, neste caso, auxiliar na ação, no limite da velocidade, em qual faixa deve estar e em qual trajeto deve seguir.

A melhor linguagem para implementar este sistema é de difícil definição, mas existem diversas pesquisas científicas, além de empresas que estão investindo tempo e dinheiro para aperfeiçoar essas abordagens. Uma que está em destaque, é o Python, sendo que ele possui bibliotecas com códigos abertos (em inglês, open-source), e está recebendo atualizações constantemente. Além do Python, também existem outras implementações desenvolvidas em linguagens já conhecidas, como C/C++, Java e Lua.

Vantagens e Desvantagens da Aprendizagem de Máquina

A aprendizagem de máquina é uma ferramenta muito potente, mas sua utilização deve ser com sabedoria e ética. Da mesma forma, que tal abordagem pode ser usada para tratamento de doenças e deficiências com baixo custo computacional e financeiro, ela pode ser empregada para realizar processamentos de informações em benefício de um determinado indivíduo.

Para finalizar, citarei um dos grandes escândalos atuais e que está relacionado ao mau uso de dados para aprendizagem de máquina, tendo o Facebook como envolvido. Esta instituição, vendeu informações de 50 milhões de usuários para a Cambridge Analytics, que está sendo investigada por influenciar eleitores com base no algoritmo implementado.

Conteúdo produzido por Vitor Martins Barbosa.

Sobre o autor

Formado em Engenharia Elétrica pela UFOP, atualmente, é mestrando bolsista na USP-EESC na área de Processamento de Sinais e Instrumentação (GMeta). Desenvolveu uma interface cérebro-máquina utilizando técnicas de machine learning, a fim de criar um sistema de baixo custo (financeiro e computacional) para realizar o controle de uma cadeira de rodas utilizando sinais cerebrais. Além disso, o mesmo participou do Projeto da Vale de identificação de trincas em estruturas metálicas utilizando técnicas de machine learning.

Este texto foi produzido por uma autor convidado. Tem interesse em compartilhar algum conteúdo no Blog da Vulpi? Clique aqui.


2 comentários

Gabriel · 6 de maio de 2021 às 01:24

Caramba, muito bonito o design do blog de vocês! Ainda não tinha conhecido a Vulpi. ;D

    Laura Linhares · 6 de maio de 2021 às 17:56

    Ficamos felizes com o seu feedback 💜

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *